Volta do recesso marca início dos trabalhos da nova Mesa Diretora da Câmara de Jarinu

Eleita no final de 2017, a nova Mesa Diretora conduz a primeira sessão ordinária do ano

A volta do recesso legislativo da Câmara Municipal de Jarinu aconteceu na terça-feira, dia 06, no Plenário “Oswaldo Damásio de Oliveira”, na sede do parlamento municipal. Os vereadores, no seu retorno aos trabalhos, apresentaram 22 indicações com sugestões, apontamentos e pedidos destinados a vários setores da municipalidade.

Durante o encontro também foi proposto um requerimento votado e aprovado pelos vereadores. Em suas falas, os vereadores destacaram algumas de suas reivindicações e se comprometeram a continuar o trabalho junto aos munícipes.

O presidente da Casa, vereador Everton Lorencini (PCdoB), abriu o ano legislativo agradecendo a presença do público que compareceu em grande número à sessão inaugural. Falou sobre a necessidade da população em acompanhar o trabalho de seus representantes e do comprometimento da edilidade com o crescimento do município e a melhoria da qualidade de vida de seus moradores.

Falou sobre as indicações dos colegas, destacando algumas, como a dos vereadores Clóvis Calixto (PR) e Eduardo Matias (PTB), a qual também assina, que solicitou local para a instalação de uma ONG que ajuda na recuperação de animais abandonados, promovendo a castração e a vacinação dos mesmos.

Também falou sobre o pedido, dos mesmos vereadores, referente à isenção do pagamento do IPTU para pacientes de câncer.

Everton falou de suas indicações sobre denominação de via pública e de cessão de local para sede do Grupo Folklorístico Stella Bianca, “que representa brilhantemente Jarinu em suas apresentações pelo mundo”.

O presidente também lembrou que “mesmo durante o recesso os vereadores nós, vereadores, não ficamos parados”, relatando que, entre outras ações, acompanhou a prefeita a um encontro com representantes do Centro Paula Souza, onde receberam a promessa de uma classe de Escola Técnica (ETEC) para Jarinu, com início em breve, para a formação profissional de 45 alunos.

Everton convidou a população para acompanhar a sessão extraordinária, que acontecerá no dia 13 de março, às 19h00, quando se julgará as contas do ex-prefeito Vicente Zacan, referentes ao Exercício de 2015. As contas em questão foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que recomendou aos vereadores que reprovem as mesmas.

Everton Lorencini afirmou ser importante que a população acompanhe e entenda os motivos da rejeição, afirmando que as ações da gestão passada é “que colocaram o município na situação em que se encontra. Durante a sessão o parecer do TCE vai mostrar os motivos das dificuldades que hoje enfrentamos”.

A sessão que julgara as contas de 2015 está marcada para o dia 13 de março e a próxima sessão ordinária da Câmara acontece às 19h00 do dia 20 de fevereiro. A íntegra da última sessão pode ser acessada no YouTube no canal da Câmara de Jarinu, no endereço: https://goo.gl/uTNuhT


Publicado em: 09 de fevereiro de 2018

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Compartilhe

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter