Acessibilidade   |   A+   |   A-   |   Contraste

História

O antigo Distrito de Campo Largo do Atibaia, mais tarde Jarinu, tem duas correntes de opinião quanto aos fundadores: uma, de tradição popular, atribui a José Inácio da Silveira (ou da Silva) e outros. Uma segunda corrente atribui ao Capitão Lourenço Franco da Rocha e sua mulher Rita de Cássia Moraes que, em 1807,constituiram um patrimônio sob a invocação de Nossa Senhora do Carmo, doando parte de suas terras no local onde hoje se ergue a cidade.

Em 12 de outubro de 1830, a capela de Nossa Senhora do Carmo foi elevada a Curato.

A povoação em torno da capela elevada à categoria de Freguesia (Distrito), em 1842, cuja instalação ocorreu no ano seguinte.

Em 1895, houve uma tentativa de emancipação, porém, quando a Câmara de Atibaia foi consultada sobre a conveniência de se constituir o novo município, essa Casa não reconheceu a utilidade da medida por não ter sido reclamada pelo povo do Distrito, que passou a denominar-se Jarinu, que corresponde na língua Tupi, em tradução atualmente questionada, à anterior denominação portuguesa de Campo Largo.

 

Fontes:
Área Territorial: Área territorial brasileira 2020. Rio de Janeiro: IBGE, 2021
População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2020
Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011
História resumida: IBGE



Horário de Atendimento:

Segunda à sexta-feira das 8hs às 17hs

Nosso e-mail de atendimento:

suporte@sinoinformatica.com.br

Telefone para contato:

Fone PABX: +55 11 4016-4649


Esse site armazena dados (como cookies), o que permite que determinadas funcionalidades (como análises e personalização) funcionem apropriadamente. Clique aqui e saiba mais!